Publicações

Moralez-Silva, E., Silva, F.J.L. & Monteiro-Filho, E.L.A. (2010) Unravelling feeding territoriality in the Little Blue Heron, Egretta caerulea, in Cananéia, Brazil. Brazilian Journal of Biology70, 235-42. (pdf)

Oliveira, T.C.G. & Monteiro-Filho, E.L.A. (2009) Comportamento de imersão parcial do corpo de Ardea cocoi Linnaeus, 1766 durante estratégia de captura na região de Cananéia, litoral sul de São Paulo. Atualidades Ornitológicas, 4-5. (pdf)

Oliveira, T.C.G. & Monteiro-Filho, E.L.A. (2005) Preferable habitats of the Phalacrocorax brasilianus (Gmelin, 1789) being considered, marine and river water environments. Wetlands International Cormorant Research Group Bulletin6, 56-56. (pdf)

Oliveira, T.C.G., Costa, L.C.M. & Graf, V. (2004) Atividades comportamentais associadas com o deslocamento do Phalacrocorax brasilianus na Baía de Guaratuba, litoral sul do Estado do Paraná, Brasil. Atualidades Ornitológicas, 4-4. (pdf)

Oliveira, T.C.G. & Costa, L.C.M. (2003) Frequencies of the motion patterns in the maintenance and agonistic activities of the Phalacrocorax brasilianus (GMELIN, 1789) in the marine and river environments in the state of Paraná, Brazil. Wetlands International Cormorant Research Group Bulletin5, 45-49.

Conteúdo Estomacal de Aves Costeiras e Marinhas residentes e migradoras que ocorrem no Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia e áreas adjacentes

Estudos sobre dieta de aves costeiras e marinhas migradoras e residentes proveem nos não só de informações sobre a diversidade de peixes e invertebrados nas áreas de forrageio, mas também sobre o solapamento trófico entre os animais e o impacto produzido pelas atividades pesqueiras. Este estudo visa identificar os organismos predados pelas aves analisando os conteúdos dos tratos digestórios a partir de aves encontradas mortas nas praias da região. Desta forma, propõe-se aportar novas informações que possibilitem o manejo das zonas de alimentação com o intuito de assegurar a conservação e perpetuidade destas espécies.

Período: 2010-2013

Equipe:
Daniel Esteban Gomez
Ana Paula Maistro
Mariana Bertholdi Ebert
Julieta A.S. Desvaux

Reprodução e estrutura populacional do guará no estuário Cananéia-Iguape



O guará (Eudocimus ruber Linnaeus, 1758) é uma ave que historicamente predominava nos manguezais da costa atlântica brasileira, desde o Estado do Amapá até o Estado de Santa Catarina. Os registros mais antigos para o sul do Brasil foram feitos por Hans Staden (1557) e pelo Padre José de Anchieta (ca. 1560) ocasião em que foram feitos registros da utilização de penas no artesanato Tupinambá (Staden, 1557). A presença da espécie no sul do país permaneceu até pelo menos o Século XVIII e no decorrer dos anos, grande parte de sua distribuição no Brasil foi extinta. Estudos realizados a partir da década de 1980 demonstraram crescente distribuição de Eudocimus ruber a partir de 1982 no Município de Cubatão, região metropolitana da Baixada Santista (SP) e também no Município de Iguape onde há uma colônia reprodutiva. Mais recentemente houve uma marcada expansão para o sul do Estado de São Paulo, passando a recolonizar a região de Cananéia chegando ao norte do Estado do Paraná. A despeito do lento e gradual aumento das populações de guarás nos últimos tempos, a situação desta ave não é estável no Brasil. Os impactos ecológicos que esta espécie vem se deparando a estão colocando numa posição de vulnerável à extinção. Deste modo, nos propomos a estudar a distribuição dos guarás no LAGAMAR de Iguape até Cananéia, assim como a obter dados relacionados à sua reprodução.

O nosso objetivo é estudar a reprodução e a estrutura da população de Eudocimus ruber no Complexo Estuarino Lagunar Iguape/Cananéia. Para atingir este objetivos, nos propomos a 1) registrar a distribuição de guarás na região; 2) analisar o comportamento e alterações morfológicas dos espécimes em período reprodutivo; 3) descrever as características dos ninhos na região; 4) determinar que Índices de Hábitat podem estar associados à construção dos ninhos; 5) monitorar parâmetros reprodutivos em ninhais; 6) monitorar o desenvolvimento físico dos ninhegos; e 7) avaliar os principais fatores que ameaçam a preservação das populações

Período: 2011-2014

Equipe:
Emygdio L. A. Monteiro-Filho
Renata Gabriela Noguchi
 

IPeC realiza encontro de Educação Ambiental com estudantes da rede municipal de Cananéia

Alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dinorah Silva Camargo estiveram na base do IPeC esta semana para conversar sobre um tema muito importante: a poluição causada pelo lixo no meio ambiente. A Bióloga Shany Nagaoka conversou com os alunos e explicou um pouco do trabalho do IPeC dentro do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos

(PMP-BS) e a triste realidade que presenciamos diariamente com o impacto causado pela poluição aos animais marinhos.

As crianças ficaram chocadas com os dados sobre o lixo marinho e ao mesmo tempo contentes por saberem que podem fazer a diferença na luta contra a poluição! Esse trabalho de sensibilização é importante para que essa geração aprenda a dar melhor valor ao ambiente em que vivem e se sintam responsáveis por cuidar desse meio, já que farão parte dele ao longo da vida.

Gostaríamos de agradecer à professora Maria Fernanda por sempre apoiar nossas atividades de Educação Ambiental com os alunos de Cananéia.